Estabelecer as normas para a realização do Campeonato Baiano de Triathlon Standard 2022, visando assegurar o nivelamento das competições sancionadas pela Federação Baiana de Triathlon, FEBATRI, e facilitar a promoção de competições de Triathlon no Estado da Bahia.

Estão aptos a disputar o título de Campeão Baiano de 2022, todos os atletas regularizados com a FEBATRI.

Considerara-se regularizado o atleta na seguinte situação:

  • Não possuir nenhuma tarifa pendente na com a FEBATRI, seja anuidade, inscrição, multa ou qualquer outra obrigação a que esteja sujeito, conforme regimento interno;
  • Não estar filiado a nenhuma Federação de Triathlon de outro estado em 2022;
  • Não estar cumprindo nenhuma sanção disciplinar como suspensão, ou expulsão;
  • Não estar inscrito ou filiado em nenhuma associação não reconhecida pelos órgãos oficiais do desporto nacional.

As competições de Triathlon são extenuantes e cabe aos atletas a responsabilidade por sua aptidão física e psicológica para realização de qualquer etapa do campeonato, assumindo a responsabilidade que consta no termo de concordância, presente na ficha de inscrição da competição. Este termo será válido para a respectiva etapa.

O Campeonato Baiano de Triathlon Standard 2022 será disputado em 02(duas) etapas durante o decorrer do ano.

Para o ranking 2022, serão válidos a soma dos resultados dentre as provas abaixo:

  • 1ª etapa: Triathlon Guaibim
  • 2ª etapa: Mãe Malvada - Juazeiro/Petrolina

Obs.:
- As distâncias das etapas serão: Standard (1500m / 40km / 10km).
- Em caso de cancelamento de alguma das etapas, será considerada apenas 01 etapa.
- Critério de desempate: em caso de empate, o critério de desempate será dado através da melhor pontuação da última etapa.
- Ambas etapas serão válidas como Seletiva para o Campeonato Brasileiro de Standard Triathlon, cujas vagas por estado serão distribuídas proporcionalmente a quantidade de atletas federados no ano imediatamente anterior. Os critérios para a Seleção, serão informados logo após a divulgação da quantidade de vagas.

As etapas do Campeonato Triathlon Standar 2022 serão divulgadas com antecedência mínima de 30 dias.

As inscrições para cada etapa do Campeonato Baiano de Triathlon Standard 2022 deverão ser feitas através do site de inscrições, informado pela FEBATRI. Após a efetivação da inscrição, o atleta dará como ciente da existência e da concordância do regulamento. Os valores de inscrições para todas as categorias, serão informadas no site da FEBATRI e no próprio site de inscrição.

Em caso de não comparecimento, não haverá devolução do valor da inscrição.

Em caso de desistência, segue as seguintes regras:

  1. até 30 dias antes, crédito no valor integral;
  2. até 15 dias antes, crédito no valor de 50%;
  3. menos de 15 dias, não haverá devolução ou crédito total e nem parcial do valor da inscrição.

Estará em disputa os títulos de Campeão Baiano de Triathlon da categoria ELITE masculina e feminina, assim como, vice-campeão campeão e terceiro lugar. Será oferecido ainda o título de campeão, vice e terceiro lugar aos atletas das seguintes categorias por faixas etárias: Júnior (16-19 anos), 20-24 anos, 25-29 anos, 30- 34 anos, 35-39 anos, 40-44 anos, 45-49 anos, 50-54 anos, 55-59 anos e 60-64 anos, 65-69 e 70 anos acima para ambos os sexos. Serão consideradas as idades dos atletas no dia 31/12 do ano de seu nascimento.

Cada etapa premiará todos os atletas que se classificarem até o 5° lugar na GERAL masculina e feminina, estes atletas receberão medalhas ou troféus, pontuando EXCLUSIVAMENTE em suas respectivas categorias definidas pela idade (Age Group) ou por opção (ELITE). Os atletas que se classificarem até o 3° lugar nas categorias faixas etárias receberão medalhas ou troféus, e todos os atletas que completarem a prova, receberão medalhas de participação.

Todos atletas competem exclusivamente em suas respectivas categorias, mesmo que durante a colocação geral da prova estejam entre os 5 primeiros colocados. Subirão no pódio Geral os 5 primeiros colocados gerais do masculino e feminino, mas a pontuação será de acordo com a colocação de sua respectiva categoria. Onde será formado um outro pódio. Caso o podio geral tenha entre os 3 primeiros algum atleta Age Group, após a formação do pódio geral, para reconhecimento dos campeões, será também formado um pódio exclusivo da categoria Elite.

8.1. RANKING MODALIDADE:

Cada etapa pontuará os atletas nas categorias da seguinte forma:
a) A base de pontos será de 300 pontos e pontuam de forma decrescente apenas os 10 primeiros colocados;
b) A base de pontos refere-se ao primeiro colocado. Para os demais atletas que pontuarem, diminui-se 7,5% da pontuação anterior com rolagem direta até o 10º lugar;
c) Os atletas que chegarem após o 10o lugar, receberão 100 pontos;

  • 1º LUGAR – 300 PONTOS
  • 2º LUGAR – 277,5 PONTOS
  • 3º LUGAR – 256,69 PONTOS
  • 4º LUGAR – 237,44 PONTOS
  • 5º LUGAR – 219,63 PONTOS
  • 6º LUGAR – 203,16 PONTOS
  • 7º LUGAR – 187,92 PONTOS
  • 8º LUGAR – 173,83 PONTOS
  • 9º LUGAR – 160,79 PONTOS
  • 10º LUGAR – 148,73 PONTOS
  • 11º LUGAR EM DIANTE 100 PONTOS.

Ao final de todas as etapas do campeonato serão considerados os Campeões Baianos da Elite e Age Group masculina e feminina, seguidos do vice e terceiro lugares, os atletas que obtiverem a maior soma de pontos dos seus resultados durante o campeonato, receberão premiação de troféus, medalhas ou certificados. Como também nas respectivas categorias de faixa etária e Militar.

8.2. CLASSIFICAÇÃO GERAL:

Cada etapa pontuará os atletas nas categorias da seguinte forma:
a) A base de pontos será de 1000 pontos e pontuam todos, não havendo colocação por categoria, mas sim por ordem de chegada e distinção de sexo;
b) A base de pontos refere-se ao primeiro colocado. Para os demais atletas que pontuarem, diminui-se 5% da pontuação anterior com rolagem direta até ficar 0 pontos;
c) Os atletas que chegarem após o 141o lugar, receberão 0 pontos;

  • 1º LUGAR – 10000 PONTOS
  • 2º LUGAR – 9500 PONTOS
  • 3º LUGAR – 9025 PONTOS
  • 4º LUGAR – 8574 PONTOS
  • 5º LUGAR – 8145 PONTOS
  • 6º LUGAR – 7738 PONTOS
  • 7º LUGAR – 7351 PONTOS
  • 8º LUGAR – 6983 PONTOS
  • 9º LUGAR – 6634 PONTOS
  • 10º LUGAR – 6302 PONTOS
  • ...
  • 141º LUGAR em diante – 0 PONTOS

8.3. Categoria Revezamento:

1. Masculina – Todos os integrantes da equipe serão do sexo masculino.
2. Feminina – Todos os integrantes da equipe serão do sexo feminino, caso haja um integrante do sexo masculino, essa equipe passará a ser categoria masculina.
A categoria revezamento bem como a categoria open não contam pontos para o final do Campeonato Baiano de Triathlon Standard 2022 e a oferta desta categoria não é obrigatória.

O Congresso Técnico é um evento obrigatório para os atletas e serão realizados anteriormente a cada etapa do campeonato.

O Congresso Técnico é um evento presencial, mas poderá, em alguns casos e com prévio aviso, ser realizado de forma VIRTUAL.

Presidirá o congresso, um integrante da FEBATRI ou substituto designado, além de estarem presentes à mesa os membros da diretoria da FEBATRI, patrocinadores, autoridades coordenadores de arbitragem quando solicitados.

No congresso técnico serão apresentados e esclarecidos todos os detalhes e/ou alterações da competição tais como: percurso, atenção às regras, alterações do regulamento e conduta dos atletas. Onde serão entregues os Kits de competição com: numeração oficial, touca (se houver) e convites para os cerimoniais (se houverem).

O atleta que não participar do congresso técnico, quando for presencial, não terá direito de “protocolar “ recurso epoderá sofrer penalidades.

São considerados árbitros da FEBATRI: o Diretor Técnico da FEBATRI (DT), o Coordenador de Arbitragem (CA), o Diretor da Prova (DP), e os Árbitros de Competição (AC) designados para a natação, transição, ciclismo, corrida, resultados, segurança e apoio.

Será formada a Comissão Disciplinar para situações especiais com os seguintes integrantes: Dois diretores, indicados pelo presidente ou substituto e um representante dos atletas.

A data e horario do check in das bicicletas será realizado no congresso técnico, sendo de responsabilidade do atleta estar em condições para disputar cada etapa. Será permitido acesso somente de bicicletas com condições de prova, ou seja, peças firmes e ajustadas, freios em bom funcionamento, pneus bem fixados, e capacetes com feixes de segurança em perfeito estado de funcionamento. Não será permitido ao atleta depois de feito o check in sair do bicicletário e entrar novamente.

No dia da Prova será permitida a entrega, no bicicletário, de óculos, sapatilha, capacete (obrigatório) e Kit de corrida, tudo perfeitamente numerado. Após o check in da bicicleta, esta, não poderá mais sair até o início e fim da etapa do ciclismo, tendo que permanecer no seu box correspondente. O atleta deverá deixar a área de transição com a camisa vestida, o número oficial à frente de maneira bem visível. O atleta só poderá subir e descer de sua bicicleta após a faixa de desaceleração (área de monte e desmonte), no final da transição.

A numeração do atleta será fornecida pela FEBATRI. O atleta é responsável pelo seu número, que deverá deixa-lo visível durante a prova até a chegada, para que os árbitros possam realizar os devidos controles e anotações. Será permitida propaganda dos patrocinadores no uniforme do atleta, não sendo permitido propagandas políticas ou abusos de linguagem. Atletas que transgredirem estas normas estarão sujeitos a advertência, desclassificação e ou suspensão.

14.1. NATAÇÃO:

Se a organização do evento vier a fornecer uma touca, será obrigatório o uso apenas da touca do evento. O uso dos óculos será opcional. Os atletas deverão nadar em trajes de banho com a numeração marcada em tinta pilot nos braços, costas e pernas (panturrilha e coxa) e ou adesivo (tatuagem temporária) fornecido pela organização. Não será permitido vestir a camiseta fora da área de transição.

14.2. CICLISMO:

  • Será liberado o vácuo SOMENTE entre atletas do mesmo sexo;
  • Será permitida a utilização de bicicleta TT em todas as categorias com excessão para a categoria ELITE em provas válidas para o Ranking Nacional;
  • Será permitida a utilização de bicicleta Mountain Bike, com pneu de espessura tradicional, apenas nas categorias MTB, quando houver;
  • Será proibido pedalar descalço, com o dorso nu, ou sem a numeração oficial, sob pena de desclassificação;
  • Somente o atleta a frente do pelotão poderá utilizar o clip;
  • Será sempre obrigatório o uso do capacete, devendo estar devidamente afivelado QUANDO A BICICLETA FOR RETIRADA DO CAVALETE (antes do atleta ultrapassar a linha de monte e desmonte) e devendo retirá-lo somente ao final da etapa do ciclismo, quando A BICICLETA JÁ ESTIVER NO CAVALETE;
  • A responsabilidade de manter-se no percurso e de contar o número de voltas é do atleta. Não será permitido nenhum acompanhamento;
  • Cada competidor é responsável pelo reparo e manutenção de sua bicicleta, sendo de sua responsabilidade a troca de pneus;
  • É proibido trocar de rodas ou bicicletas com terceiros;
  • Deverão ser respeitadas as normas de trânsito (SERÁ PERMITIDO A GUARDA DE PNEUS ESTEPE NA RESPECTIVA ÁREA DO ATLETA NA TRANSIÇÃO);
  • A retirada de bicicletas só será permitida ao final da competição conforme autorização da organização. Os atletas que transgredirem estas normas estarão sujeitos a advertência (stop and go), desqualificação e/ ou desclassificação.
irem estas normas estarão sujeitos a advertência (stop and go), desqualificação e/ ou desclassificação.

14.3. CORRIDA:

Será permitido correr ou andar. Será sempre obrigatório o uso do ténis. O atleta deverá sair da área de transição com a camiseta vestida e o tênis calçado. Será sempre obrigatorio deixar a numeração fornecida de forma visível, devendo ultrapassar a linha de chegada com a numeração. Não será permitido correr com o dorso nu.

Não será permitido acompanhamento por estranhos à organização (Desclassificação).

Serão oferecidos líquidos durante o percurso e ao final da competição. A responsabilidade de manter-se no percurso e da contagem de voltas é do atleta.

14.4. TEMPO LIMITE:

Cada prova conterá o tempo limite para cada modalidade. Devendo o atleta a respeitá-la. Em caso dde extrapolação do tempo limite da prova, caberá à organização da mesma realizar a retirada do atleta do percurso.

Todos os resultados finais devem ser pronunciados em até 2h após o término de cada etapa com tempos finais de cada atleta, assim como sua classificação (ou desclassificação), com a solenidade de premiação sendo realizada em seguida ou conforme orientada durante o congresso técnico.

15.1. RECURSOS:

Todo atleta poderá apresentar recurso contra o resultado de outro atleta, conforme o item 9º, através do representante dos atletas ou seu clube, no prazo máximo de até meia hora após divulgado o resultado, mediante preenchimento da ficha de recursos e o pagamento de R$150,00 (Cento e cinquenta reais). Se no julgamento o recurso for considerado procedente e deferido, o valor do depósito será devolvido ao reclamante. Desde que tenha participado do congresso técnico, com presença confirmada.

  1. STOP AND GO (ADVERTÊNCIA):
    O atleta que for advertido com um “Stop and Go”, deverá: No ciclismo: Descer da bicicleta e colocar os dois pés no chão, somente após a autorização do árbitro, poderá prosseguir na prova.
    Na natação e corrida: Parar e aguardar o tempo estabelecido no congresso técnico, até o árbitro autorizar sua movimentação.
    O atleta advertido que não atender (seguir em frente), terá a possibilidade de parar em outra volta, mas até o término da etapa ele não parar, será desclassificado.
  2. A inscrição do atleta implica no total entendimento da forma de disputa da prova e do regulamento.
  3. Os competidores deverão ser responsáveis pela compreensão e cumprimento do Regulamento da FEBATRI e da CBTri, mantendo-se durante todo o tempo conduta esportiva, responsabilizando-se pela sua própria segurança e dos outros competidores, tratando competidores, árbitros, voluntários e espectadores com respeito e cortesia e evitando o uso abusivo da linguagem.
  4. O Diretor da Prova (DP) é responsável por todas as desclassificações juntamente com o Árbitro de Competição. Atitudes antiesportivas serão punidas com a desclassificação.
  5. Todos equipamentos ou vestuário não citados neste regulamento e que seja de pretensão de utilização pelo atleta, o mesmo deverá consultar o Delegado Técnico da prova durante o congresso técnico ou antes do check-in.
  6. Durante a temporada não será permitida a troca de categorias baseadas na performance ou idade.
  7. Os atletas da categoria ELITE que chegarem com o tempo de até 10% do primeiro colocado, ganharão isenção da inscrição da próxima prova, da mesma modalidade realizada pela Febatri e válida para ranking no respectivo ano.
  8. Os atletas da categoria ELITE que chegarem até a 3a. colocação, poderão compartilhar um quarto do hotel entre si, cedido pela organização da prova. Em caso de não haver vaga no hotel, será escolhido uma acomodação similar. O atleta não poderá substituir ou solicitar o valor pecuniário correspondente.
  9. Somente atletas da categoria ELITE poderão receber premiação pecuniária quando existir
  10. Para participar da categoria ELITE, o atleta deverá encaminhar à FEBATRi os mesmos exames solicitados pela CBTri para a mesma categoria, com a data de realização no máximo de 6 meses.
  11. Todos os casos omissos serão julgados pelo diretor da prova, conforme as regras da CBTri. Em função da instabilidade econômica da entidade, a FEBATRI poderá alterar valores de inscrições, anuidades, filiações, multas, etc., a fim de corrigir possíveis distorções financeiras.
  12. OBS: Não será permitido auxílio externo durante a realização da prova. O desempate ocorrerá pelo critério de confronto direto na última etapa realizada.


AGENDE-SE

DESTAQUE

BOLSA ESPORTE 02 - 2021

Lista de atletas indicados pela FEBATRI para o Bolsa Esporte categoria Demanda Social


Termo de convênio e plano de Trabalho da parceria Febatri e Governo do Estado

Febatri faz parceria com Governo do Estado da Bahia para realização de evento inovador de Triathlon


PARTICIPE

Contribua com sugestões  FALE CONOSCO